Tudo o que você precisa saber para começar seu Bullet Journal

Por Luciana Salviano

Está querendo começar a organizar suas tarefas diárias mas não sabe por onde começar? Calma que hoje vou te mostrar um jeito simples e divertido de organizar seu dia a dia utilizando apenas um caderno e uma caneta - ou algumas coisinhas a mais caso seja a louca da papelaria como eu!!

O Bullet Journal, ou BuJo para os íntimos, nada mais é do que uma agenda mais flexível, que mistura anotações de tarefas com anotações pessoais como em um diário com a sua cara! Esse sistema de organização, conhecido como rapid logger, foi criado pelo designer Ryder Carroll com o intuito de anotar rapidamente as tarefas diárias.


Como ele funciona?

Existem algumas características básicas para um verdadeiro Bullet Journal, entre elas estão um índice onde você vai estruturar tudo o que contém no seu BuJo, legendas para os bullets que você vai usar no dia a dia (• significa tarefa a fazer; o significa um evento ou compromisso; X significa tarefa completada; > significa tarefa migrada, ou seja, que você por algum motivo vai deixar para o(s) dia(s) seguinte(s); < significa evento ou compromisso que você marcou para uma data específica desse mês ou mês futuro; e — — significa tarefa cancelada), log do futuro com anotações das coisas que planeja fazer ao longo do ano, log mensal para as atividades daquele mês, e logs diários para listar as tarefas de cada dia. 

Você também pode acrescentar listas de livros para ler, filmes e séries para assistir, viagens que deseja fazer, orçamento do mês, trackers de comportamento e o que mais você achar necessário para que todas as suas anotações se concentrem em um mesmo lugar. 


Mas por onde começar meu Bullet Journal?

Isso vai depender das suas necessidades e habilidades, mas o primeiro passo é escolha do caderno ideal para você. Muita gente gosta das folhas quadriculadas pois dão mais segurança na hora de formar os desenhos, outras mais experientes escolhem seu caderno com folhas em branco. Eu particularmente prefiro as folhas pontilhadas, pois são discretas, orientam o desenho a ser seguido e ainda são bem charmosas.

O segundo passo é escolher uma caneta preta de ponta fina, eu uso a staedler, mas a stabilo e a faber-castell fine pen também são ótimas opções. Caso você não tenha certeza do que vai escrever, ou tenha medo de rasurar seu Bullet Journal, uma ótima solução é usar a caneta pilot frixon que apaga (incrível né?!).

Agora que você já tem o material básico, que tal colorir um pouco suas anotações? Usar um marcador de texto para destacar coisas importantes vai ajudar a visualizar melhor suas tarefas além dar um charme a mais no seu Bullet Journal. Eu adoro os tons pastéis da Stabilo, mas ultimamente minha preferida tem sido a Zebra Mildliner com duas pontas, que são perfeitas para fazer detalhes e com cores incríveis.


Por fim você pode usar a criatividade com diferentes washi tapes, recortes, post its, adesivos e o que mais você precisar para dar a sua cara nas folhas do seu BuJo.

Não custa lembrar que o Bullet Journal é um exercício diário. No início você pode até achar que não leva jeito para isso, mas garanto que depois de um tempo não vai mais querer largar o seu BuJo. A prática é uma ótima maneira de treinar nossa criatividade e habilidades manuais, como a escrita, que tem sido deixada de lado nesses tempos tecnológicos.

Que tal aproveitar que o ano está acabando e escolher um caderno bem lindo para começar seu Bullet Journal de 2020?! Eu já garanti o meu!

4 comentários

  • kuKGyrTINs em

    NgOUmaGyKX

  • WxzHYejInZswJ em

    BvMLdXInpOVec

  • mOQVzvdTEXF em

    PMRAyYhzuT

  • jdhRSPXenIrM em

    LvhanMIqkepO

Deixe um comentário